O buquê de noiva complementa o ritual de um casamento, pela tradição, a peça trazia significados e simbolismos em cada flor que a noiva levava até o altar, em termos, era uma espécie de amuleto de proteção. Porém, cada peça pode variar conforme cada noiva, e ser montada com base na sua personalidade, no seu signo e até na proposta que pretende empregar na cerimônia. Pela tradição, algumas flores ou ervas trazem seus significados, como a arruda que afasta o mau olhado, a rosa que simboliza o amor. Há relatos, inclusive de noivas que já carregaram, um buquê decorado com alho, o que não parece muito interessante.

Contudo, podemos fugir um pouco do simbolismo da planta em si e focarmos nas cores, por exemplo. Se optar pela cor amarela, podemos exalar prosperidade, a branca já significa a paz e proteção ao lar do casal, enquanto a rosa vermelha simboliza a paixão. Neste caso, vale a atenção que a paixão não é algo duradouro, se você é supersticiosa, reavalie usar essa flor. A camélia, por sua vez, garante uma família feliz é indicada para as mulheres que querem ter filhos. Levar em consideração o signo da noiva, também pode ser uma alternativa de escolha das flores. Escolhendo assim um arranjo que seja condizente com sua personalidade. Do ousado ao discreto, do colorido ao claro, o interessante é que a escolha do tamanho, características e as flores que irão compor o arranjo tenham um significado para a noiva, afinal, de nada adianta seguir tradições se não fizer sentido para a estrela da festa!